FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2012
Uma portuguesa a caminho do Parlamento francês
2012-06-14

Christine Pires Beaune, a socialista luso-descendente de 47 anos, conseguiu 38,8 por cento dos votos na primeira volta das eleições legislativas em França, que tiveram lugar na última segunda-feira, contra os 26,4 por cento conseguidos pelo seu adversário da direita.

Se for eleita deputada, no próximo domingo, Christine tornar-se-á na primeira portuguesa, filha de emigrantes em França, a sentar-se no parlamente francês.

À agência Lusa, Christine afirmou estar «otimista», mas não «demasiadamente confiante». Uma eleição, acrescentou, «nunca está ganha antes de estar ganha».

Filha de uma empregada doméstica e de um operário metalúrgico, Christine, cresceu e estudou no novo país da família. É simpatizante de sempre do Partido Socialista e filiou-se em 1998. Desde então, tem ocupado cargos políticos. «A política é o meu quotidiano. Tenho um grande interesse pela coisa pública, pela vida das pessoas».

«Creio que a minha eleição representará alguma coisa para a comunidade portuguesa em França. Os portugueses ficarão orgulhosos. E eu também estarei orgulhosa por me sentar no parlamento enquanto luso-descendente».

«Tenho a vantagem de ter dois países e duas culturas, e tenho, claro, uma sensibilidade maior para os problemas dos portugueses. Mas, embora tenha muito orgulho nas minhas origens, é preciso dizer que esta não é uma candidatura da comunidade portuguesa», contou.

A candidata, conselheira municipal em Volvic, uma cidade com uma forte presença portuguesa, considerou que dar este passo até à Assembleia Nacional é «normal, depois de 20 anos de vida política».

«Ainda há muito por fazer pelo voto das comunidades e também pela eleição de emigrantes em França», sublinhou.
Vai a votos «numa terra de esquerda», mas fará campanha «toda a semana». É preciso, disse, «não desmobilizar» e não festejar antes do tempo: «São os eleitores que decidem», concluiu.

A associação de eleitos luso-franceses Cívica estima que dos oito dos candidatos de origem portuguesa que passaram, no dia 10, à segunda volta das eleições legislativas em França, três tenham boas hipóteses de entrar no parlamento.

tvi 24, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios