FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2012
Festival "Meet Portugal in New York" / Mês de Portugal em Nova Iorque
2012-05-28
A AICEP em Nova Iorque encontra-se a organizar o Mês de Portugal naquela cidade. Neste âmbito, o representante da AICEP, Rui Boavista Marques, deu uma entrevista a um jornal luso-americano.

Como surge a ideia de criar esta brochura de programação?

No ano passado (2011) realizaram-se dois eventos estruturantes que demonstraram a capacidade organizativa e empreendedora da comunidade portuguesa residente em Nova Iorque: o Festival de Cinema Português em Nova Iorque, organizado pela Ana Miranda e o Arte Institute, e o Dia de Portugal no Central Park organizado pela Domitilia dos Santos e o João Francisco do Portuguese Circle.

A ideia de apresentar uma programação de eventos relacionados com Portugal surgiu dessa dinâmica e a AICEP decidiu lançar o repto a outros parceiros para se associarem a um "Festival" de eventos portugueses em Nova Iorque, durante o mês de Junho de 2012. O resultado é esta brochura de programação com mais de 15 eventos que decorrem durante o mês de Junho a que demos o nome de "Meet Portugal in New York, a Festival of Creativity, Culture and Business".

Quais são os grandes objectivos da ideia desta espécie de 'Mês de Portugal'?

 O principal objectivo é testemunhar o empreendedorismo, a criatividade e o dinamismo da comunidade portuguesa residente em Nova Iorque. Todos sabemos que há dois sectores em que a comunidade é forte: serviços financeiros e industrias criativas, onde incluiria todos os arquitectos, os designers e os artistas que vivem na cidade. Mas há também outras profissões marcantes, como os representantes das empresas portuguesas, os cientistas, os profissionais liberais e muitos outros. O objectivo é dar corpo a esta presença portuguesa, em torno de uma programação de qualidade em que os portugueses e todos os americanos amigos de Portugal se revejam, num up-grade de conhecimento sobre os valores de Portugal contemporâneo, para ser visto por todos os nova-iorquinos.

De que forma é que tanto as comunidades lusas como os portugueses a residirem e a trabalharem em Nova Iorque poderão contribuir para o êxito da iniciativa?

Tanto as comunidades luso-descendentes, como os portugueses a residirem em Nova Iorque podem participar na divulgação dos eventos, partilhando a informação com os seus contactos e amigos, e dando sugestões para melhorar este conceito que em 2012 tem a sua primeira edição, mas que pretendemos venha a ser um evento relevante para Portugal numa cidade emblemática como é Nova Iorque, nos próximos anos.

 

De onde vieram os apoios para a concretização deste projecto?

Os apoios para a concretização do projecto vêm fundamentalmente dos organizadores dos eventos em si, e aí em de ser feita sempre menção especial aos promotores do Portuguese Circle (www.portuguesecircle.com) e do Arte Institute (www.arteinstitute.org) pela audácia, determinação e entusiasmo com que têm vindo a promover Portugal em Nova Iorque.

O papel da AICEP foi o de conjugar esforços, que na maior parte dos casos estão dispersos, dando massa critica à programação, tendo recebido a melhor das reacções a esta campanha do tipo "umbrella", na qual eventos de qualidade possam ser promovidos debaixo da uma bandeira única, a bandeira de Portugal.

Consulte a Brochura 

Consulte o Programa

, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios