FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
PR/EUA: Cavaco Silva quer "afirmar Portugal pela positiva" e "corrigir" a imagem "um pouco distorcida" do país nos Estados Unidos
2011-11-10
Afirmar internacionalmente Portugal como um país credível e respeitável e "corrigir" a imagem "um pouco distorcida" que por vezes está associada ao país, é o "fio condutor" da visita de sete dias que o Presidente da República inicia hoje aos Estados Unidos.

"Esta visita apresenta várias componentes, mas todas têm o mesmo fio condutor: afirmar internacionalmente Portugal como país credível, respeitado, capaz de ultrapassar as suas dificuldades e corrigir a imagem um pouco distorcida que às vezes se projecta do país nos Estados Unidos", destacou Aníbal Cavaco Silva numa declaração aos jornalistas pouco depois de ter chegado a Nova Iorque.

Hoje o presidente cumpre a parte política da visita, ao presidir pela manhã na sede da ONU, à primeira sessão plenária aberta da presidência portuguesa do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que decorre neste mês de Novembro. A sessão terá como tema "Protecção de civis em contexto de conflito armado".

Ao início da tarde, em Washington, o Chefe de Estado português vai ser recebido na Casa Branca pelo presidente norte-americano. Um encontro onde serão debatidos vários assuntos, como a crise financeira na zona euro, a execução do programa económico e financeiro por parte de Portugal, as relações económicas entre os dois países e os temas actuais do Conselho de Segurança da ONU.

Para além do programa político Cavaco Silva cumpre ainda uma agenda voltada para as questões económicas, da qual destacou dois momentos principais. "A componente económica tem dois momentos principais: a visita ao Silicon Valley acompanhado por empresários portugueses e a conferência que irei produzir na Universidade de Stanford", destacou, acrescentando aos jornalistas que este programa económico da viagem tem como meta "apresentar Portugal como um país de inovação tecnológica que merece ser olhado como país com oportunidades de investimento.

Estar com as comunidades portuguesas e com "personalidades" que têm as suas raízes lusas e podem "ajudar a melhorar a imagem de Portugal nos Estados Unidos", é o terceiro ponto importante desta visita, explicou ainda aos jornalistas em Nova Iorque.

Neste aspecto, o presidente da República destacou a sua participação em Washington no segundo encontro de legisladores e de autarcas de origem portuguesa e a presença na gala dos prémios anuais de liderança da Portuguese American Leadership Council do the United States (PALCUS), instituição que este ano celebra o 20º aniversário.

Mas o contacto com a comunidade portuguesa não se fica pela capital americana. Cavaco Silva vai oferecer uma recepção aos portugueses na Califórnia, uma comunidade que não recebia a vista de uma Chefe de Estado português há já 21 anos. "A comunidade portuguesa na Califórnia tem grande peso político e económico e podem funcionar como embaixadores de Portugal", defendeu.

Por último, Cavaco Silva sublinhou que irá participar em "mais de uma dúzia" de eventos em Nova Iorque, Washington e San José (Califórnia) sempre com o objectivo de "afirmar Portugal pela positiva no plano internacional".

O Presidente da República permanece nos Estados Unidos entre 9 e 14 deste mês, numa visita que inclui deslocações a Nova Iorque, Washington e San José da Califórnia e na qual se faz acompanhar pelo Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, e pelos Secretários de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Oliveira e  das Comunidades Portuguesas, José Cesário.
Ana Grácio Pinto - Em Nova Iorque

apinto@mundoportugues.org  

Mundo Português, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios