FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Luso-americanos esperam que visita de Cavaco Silva aos EUA melhore imagem de Portugal
2011-11-09
As associações luso-americanas PALCUS e NOPA esperam que a visita que o Presidente Cavaco Silva inicia hoje aos Estados Unidos contribua para melhorar a imagem de um país em crise e que reforce os laços à comunidade.

Em declarações à Lusa, responsáveis das duas associações de âmbito nacional querem também deixar claro durante a visita que a comunidade está politicamente organizada e dinamizada, em particular através de legisladores em todo o país e uma facção (Caucus) junto do Congresso.

Na sexta-feira e no sábado, o Presidente vai também ter contactos com a comunidade próximo de Washington, onde vai presidir à gala anual da associação PALCUS e a um encontro de legisladores, presidentes de câmara e vereadores de origem portuguesa.

O director da Organização Nacional de Luso-Americanos (NOPA), Francisco Semião, espera que a reunião de eleitos venha melhorar os esforços para a comunidade ter "uma voz mais forte no Capitólio e em todos os EUA", aumentando a rede de apoio aos candidatos luso-americanos.

Quanto ao encontro Cavaco-Obama, a principal aspiração é que seja apontado que no futuro a comunidade gostaria de ver sair de entre os seus o próximo embaixador norte-americano em Portugal, nomeadamente do lote de congressistas luso-descendentes - Dennis Cardoza, Jim Costa e Devin Nunes ou senadores estaduais como Marc Pacheco e Jack Martins.

"Esta é uma grande oportunidade para o Presidente elevar o perfil da comunidade luso-americana e também de Portugal. Muitos nos Estados unidos não conhecem as nossas contribuições como cidadãos e imigrantes para esse país e ignoram os feitos de Portugal e a sua influência no mundo", adiantou Semião.

Em Washington, Cavaco Silva irá também agraciar algumas personalidades da comunidade, como Carlos Andrade (Comendador da Ordem do Infante D. Henrique), Luciano da Silva (Ordem do Infante D. Henrique) e Gregory Rabassa, Teresa Paiva-Weed e António Silvestre Matinho (Ordem do Mérito).

Fernando Rosa, da PALCUS, espera que o Presidente leve dos Estados Unidos a convicção de que pode apoiar-se na rede da comunidade, em particular a fação ("Caucus") de congressistas, na promoção dos interesses de Portugal.

"É muito importante usar a rede dos eleitos luso-americanos, pô-la a trabalhar para ter influência, pressão e construir pontes", disse à Lusa.

NATO, ciência e relações económicas e comerciais bilaterais, incluindo o apoio dos Estados Unidos às reformas em curso em Portugal, estão na agenda do encontro do Presidente da República com o homólogo norte-americano, Barack Obama.

Segundo a Casa Branca, Obama pretende consultar Cavaco Silva sobre os preparativos para a Cimeira da NATO 2012, que terá lugar em Chicago.

Os dois presidentes vão também discutir a renovada Comissão Bilateral Portugal-Estados Unidos, o "estímulo das relações bilaterais económicas e comerciais, cooperação na Educação, Ciência e Tecnologia, a promoção da democracia, boa governação e direitos humanos em todo o mundo", refere um comunicado.

Cavaco Silva regressa a Nova Iorque ainda na quarta-feira e no dia seguinte irá visitar o memorial em honra das vítimas do 11 de setembro, na presença de representantes da comunidade portuguesa que estiveram envolvidos nas operações de salvamento e reconstrução.

A visita inclui novas passagens por Washington e termina na Califórnia, estado norte-americano que não recebe há 21 anos a visita de um chefe de Estado português, onde estão previstos encontros com a comunidade luso-americana e de promoção da economia, nomeadamente com operadores do Venture Capital de Silicon Valey.

DN Globo, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios