FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Cavaco vai promover a imagem de Portugal nos EUA, numa visita de "importância extrema"
2011-11-04
A promoção da imagem de Portugal nos Estados Unidos será o principal objectivo da visita que o Presidente da República realiza na próxima semana a Nova Iorque, Washington e Califórnia e que é encarada como de "importância extrema".

"É uma viagem de importância extrema", classificou uma fonte da Presidência da República, referindo-se à "primeira, única e última" visita que o chefe de Estado irá realizar em 2011. 

Assumindo a promoção da imagem de Portugal como um "objectivo muito importante" da deslocação, a fonte destacou três pontos essenciais da visita: a presença do Presidente da República na reunião do Conselho de Segurança dasNações Unidas, os encontros com a comunidade portuguesa em Washington e na Califórnia e a "promoção dos interesses económicos" portugueses. 

A visita irá iniciar-se na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque, na quarta-feira de manhã, altura em que o chefe de Estado irá assumir a presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, numa reunião que terá como tema "a protecção de civis em situação de conflito armado" e onde Cavaco Silva irá proferir uma intervenção em português. 

Ainda na sede da ONU, o Presidente da República irá ser recebido pelo secretário-geral das Nações Unidas. 

" À tarde, Cavaco Silva viajará até Washington, onde será recebido na Casa Branca pelo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, regressando depois ao início da noite a Nova Iorque. 

Na quinta-feira, o chefe de Estado irá visitar o memorial em honra das vítimas do 11 de Setembro, depositando uma coroa de flores junto à "árvore da sobrevivência", na presença de representantes da comunidade portuguesa que estiveram envolvidos nas operações de salvamento e reconstrução no pós-11 de Setembro, com quem irá também depois almoçar. 


Ao final da tarde, Cavaco Silva estará presente numa recepção organizada pelas Câmara de Comércio Portugal-EUA e Câmara de Comércio Luso-Americana de New Jersey, oferecendo depois um jantar aos representantes permanentes dos países da CPLP junto das Nações Unidas. 

Na sexta-feira de manhã, a comitiva presidencial, que irá integrar cinco representantes empresariais, entre os quais o presidente da Confederação da Indústria Portugal e dos CEO da Espírito Santo Venture e da Caixa Capital, partirá para Washington, iniciando a deslocação àquela cidade com uma visita à exposição de tapeçaria de Pastrana, patente na National Gallery. Antes do jantar, Cavaco Silva terá ainda um encontro com funcionários portugueses noBanco MundialFundo Monetário Europeu e no Banco Interamericano de Desenvolvimento. 


O fim-de-semana, dias 12 (em Washington) e 13 (em San José, será dedicado às comunidades portuguesas, começando com um almoço oferecido por Cavaco Silva aos participantes no segundo encontro de legisladores, presidentes de câmara e vereadores norte-americanos de origem portuguesa. Ainda no dia 12, o Presidente da República irá presidir à cerimónia de entrega dos prémios anuais dos Portuguese American Leadership Council do the United States (PALUS). 

No dia 13, já na Califórnia, estado norte-americano que não recebe há 21 anos a visita de um chefe de Estado português, Cavaco Silva começará por visitar a igreja nacional das Cinco Chagas, terminando o dia a oferecer um jantar em honra da comunidade portuguesa. 

O último dia da visita, segunda-feira dia 14, será exclusivamente dedicado à promoção da economia, com o Presidente da República a começar a manhã com um pequeno-almoço com operadores do Venture Capital de Silicon Valey. 

Do hotel onde irá decorrer o encontro com as duas dezenas de representantes das firmas de capital de risco, o chefe de Estado seguirá para a Universidade de Stanford, que é apontada como "um motor de criação de nova tecnologia", onde irá proferir uma palestra com o tema "Portugal - a outra história em ligação com o futuro". 

Num dia em que o Presidente da República tentará passar a mensagem de que Portugal é "um bom porto de entrada para a Europa e para os mercados lusófonos" e promover "a capacidade inovadora" do país, a tarde será dedicada às empresas, começando com visitas à Cisco e à Lockheed Martin. 

Ao final da tarde, Cavaco Silva irá deslocar-se ao Plug and Play Tech Center, um "acelerador de crescimento enmpresarial", onde já estão instaladas algumas empresas portuguesas, assistindo à apresentação do programa "Global Strategic Innovation". 

Um encontro com a missão empresarial organizada pelo ministério da Economia a Silicon Valley marcará o fim da visita de quase uma semana aos Estados Unidos, onde Portugal será apresentado como "um país empreendedor e de talento" e "determinado a ultrapassar os problemas económicos e financeiros.    

Negócios, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios