FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Estados Unidos: PALCUS celebra 20 anos com a presença do Chefe de Estado português
2011-11-02
O Presidente da República vai presidir no dia 12 de Novembro, à Gala Anual dos Prémios de Liderança da PALCUS (Portuguese-American Leadership Council of the United States - Conselho de Liderança Luso-Americana dos Estados Unidos). A informação foi dada pelo presidente daquela organização, Fernando Gonçalves Rosa e confirmada pela Presidência da República. Cavaco Silva será o convidado de honra da 15ª Gala e das celebrações dos 20 anos da PALCUS, uma organização que intervém junto dos órgãos do poder americano em assuntos de interesse para a comunidade luso-americana.

A gala deste ano marca os 20 anos da PALCUS e, à semelhança dos anos anteriores, visa destacar o talento português e luso-americano, através da entrega de prémios em categorias distintas, a pessoas que se destacaram nas suas áreas de actuação.
Este ano, a organização tem como convidado de honra o Chefe de Estado português. Cavaco Silva foi convidado pessoalmente por Fernando Gonçalves Rosa, presidente da PALCUS, que em Maio deste ano deslocou-se a Portugal especialmente para formular o convite. 
A participação na Gala da PALCUS e entrega dos Prémios de Liderança, integra-se no programa de viagem que Cavaco Silva fará aos Estados Unidos, entre 9 e 15 deste mês.
"A presença do Presidente da República reflete o prestígio que tem a PALCUS e a consideração que a Presidência tem por uma organização como a nossa, que está há 20 anos a defender os interesses da comunidade portuguesa e luso-descendente e a fazer a «ponte» desta com os Estados Unidos", afirmou Fernando Gonçalves Rosa a O Emigrante/Mundo Português. 
A Gala deste ano vai ter lugar no National Harbor, em Prince George's County, arredores de Washington, e vai distinguir seis personalidades e uma organização. A presidente da Câmara de Ponta Delgada, Berta Cabral, irá receber o prémio de Liderança Internacional 2011, por ter "estado sempre muito próxima das comunidades açorianas, sendo ainda a primeira mulher a presidir à Câmara Municipal de Ponta Delgada", explicou Fernando Rosa.
O prémio Liderança em Empreendedorismo vai ser atribuído a José Rodrigues, um dos maiores empresários portugueses da área de Washingtom e presidente de um grupo ligado à construção civil. O galardão visa distinguir a sua carreira profissional e o "grande apoio que tem dado a muitos portugueses, ao empregá-los", revelou o presidente da PALCUS. Já António Goulart será galardoado com o prémio Liderança ao Serviço da Comunidade, pelo "trabalho intenso" realizado junto da comunidade na costa oeste e "em prol das tradições portuguesas", acrescentou Fernando Rosa.
A Maria Pacheco, professora na Brown University será atribuído o prémio Liderança na Educação, enquanto António Frias, empresário ligado ao setor da construção, e António Martinho, diretor do jornal Luso-Americano, vão receber o prémio Fundadores, pelo apoio e divulgação do trabalho da PALCUS ao longo dos anos. Este ano, a organização vai atribuir ainda um prémio a uma instituição ligada à comunidade portuguesa. A Portuguese American Post Graduate Society (PAPS), que reúne uma grande parte dos luso-descendentes licenciados e pós-graduados, recebe o Liderança Organizacional.
O mestre-de-cerimónias desta 15ª gala será a luso-descendente Melissa Simas, jornalista da cadeia de televisão NBC e irmã de David Simas, assessor do presidente americano. 
Entre os convidados estarão o embaixador de Portugal nos Estados Unidos, Nuno Brito, e o atual embaixador americano em Portugal, Alan Katz. 

Futuro passa pela geração de recursos

"A PALCUS terá que gerar os seus próprios recursos para levar avante os programas que realiza e outros que venha a criar", defende Fernando Rosa quando questionado sobre o futuro desta organização, que se encontra implantada a nível nacional nos Estados Unidos, mas cujos dirigentes trabalham como voluntários. "Há alturas em que carregamos com a organização nas «costas», sublinha Fernando Rosa, sublinhando que a PALCUS tem gerado os seus recursos e utilizado "da melhor maneira". 
"A PALCUS foi criada para ser uma «voz» forte da comunidade e uma ponte com as instituições americanas", recordou Fernando Rosa, sublinhando porém que "a comunidade está em constante evolução e temos que nos adaptar às questões que surgem".
"Temos tido muitos amigos quer nos apoia, mas teremos que ter mais", alerta, acrescentando esperar que "daqui a 20 anos, a PALCUS continue e criar um diálogo intenso e honesto entre a comunidade luso-americana, o poder político e as organizações americanas".
Fundada em 1991 em Washington, a PALCUS intervém junto dos órgãos do poder americano em assuntos de interesse para as comunidades luso-americanas. 
Desempenhou um papel relevante na adesão de Portugal ao «Visa Waiver», o programa de isenção de vistos para entrada nos Estados Unidos e a sua actuação estende-se ao apoio aos luso-descendentes (através de um programa de estágios criado em 1994), a acções que visam o estreitar dos laços entre Portugal e os Estados Unidos e à divulgação do talento português naquele país, através da organização da Gala dos Prémios de Liderança.

Ana Grácio Pinto
apinto@mundoportugues.org

Mundo Português, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios