FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2011
Comunidade portuguesa em Andorra envia delegação a Lisboa para sensibilizar PR
2011-10-27
Portugueses residentes em Andorra vão enviar a Lisboa uma delegação para sensibilizar o Presidente da República contra o encerramento de representações oficiais portuguesas naquele principado, faltando apenas marcar uma data, anunciou quarta-feira o conselheiro da comunidade portuguesa local.

Em contacto telefónico a partir de Lisboa, o conselheiro José Manuel da Silva, que também preside à Plataforma contra o encerramento da embaixada/consulado portugueses em Andorra, disse à Agência Lusa que na reunião desta noite da referida estrutura foi também feito um balanço da recolha de assinaturas, cujo número ascende já a 1.500.

"Não vamos ficar por aqui", declarou José da Silva, adiantando que a campanha de recolha de assinaturas para a causa da plataforma vai continuar e que, também no Facebook, foram recebidas até agora mais de 900 mensagens de apoio.

O conselheiro da comunidade portuguesa em Andorra referiu ainda que o Provedor de Justiça andorrenho, Josep Rodriguez, "está solidário" com o protesto contra o encerramento das representações oficiais de Portugal no principado e se dispôs a contactar o seu homólogo português para lhe falar do problema.

"O encerramento da embaixada ou das instalações consulares não é só um problema para a comunidade portuguesa, mas também para as autoridades do principado", declarou José da Silva, explicando que há muitos portugueses em Andorra e facilita ter uma representação diplomática.

O conselheiro referiu ainda que o primeiro-ministro de Andorra, Tony Martin, irá falar do assunto com o chefe do Governo, Pedro Passos Coelho, à margem da Cimeira Ibero-Americana, que decorre na sexta-feira e sábado em Assunção, no Paraguai.

A questão do encerramento das representações oficiais de Portugal em Andorra surgiu com uma declaração do embaixador português no Principado, Mário Damas Nunes, que há duas semanas, disse à Agência Lusa ter recebido ordens para encerrar as instalações e fechar os serviços até ao final de dezembro.

Posteriormente, o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse não existir "nenhuma decisão relativamente a qualquer encerramento de qualquer posto ou qualquer embaixada".

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Miguel Guedes, referiu que está em estudo um plano global sobre embaixadas, a anunciar até ao final do ano.

Em Andorra vivem cerca de 13 mil portugueses, o que representa quase 16 por cento da população do principado.

RTP, aqui.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios