FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Suíça: Funcionários consulares manifestaram-se em Berna
2011-09-26

Cerca de meia centena de funcionários consulares portugueses na Suíça, integraram no dia 24 deste mês uma manifestação de trabalhadores suíços e estrangeiros, organizada por sindicatos suíços e que teve como objectivo fazer várias reivindicações laborais. De acordo com Jorge Veludo, secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores Consulares e Missões Diplomáticas (STCDE), a manifestação "reuniu alguns milhares de pessoas, e terminou com um comício". 
A meia centena de trabalhadores consulares portugueses eram oriundos de Berna e de outras cidades suíças. Recorde-se que estes trabalhadores - colocados da embaixada de Portugal em Berna, na missão junto da ONU em Genebra, nos consulados de Berna e Zurique e nos escritórios consulares em Sion e Lugano - estão em greve desde 29 de Agosto.
Esta forma de protesto resulta, segundo disse Jorge Veludo à Lusa, da falta de acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre a sua situação salarial, sobretudo devido à diferença cambial entre euro/franco suíço e também aos cortes salariais ocorridos na função pública.
Entretanto, o conselheiro da Comunidade Portuguesa na Suíça alertou para as queixas diárias de emigrantes que estão sem atendimento consular. "Não há um dia em que não seja bombardeado com estas questões e não sou só eu que estou a receber estas queixas, os próprios chefes dos postos consulares na Suíça estão a receber essas queixas permanentemente", disse Manuel Beja à Lusa. O conselheiro revelou que este mês foi entregue no consulado de Zurique um abaixo-assinado em protesto contra a interrupção dos serviços consulares. "Há realmente umas centenas largas de pessoas que estão a protestar", sublinhou, Manuel Beja, desafiando o secretário de Estado das Comunidades a dirigir-se à porta de qualquer um dos consulados para ouvir o que as pessoas dizem.

Mundo Português, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios