FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Espanha: Número de trabalhadores portugueses volta a cair, depois de subida em Maio
2011-08-24

Madrid, 24 de Agosto de 2011 (ASP - Lusa) - O número de trabalhadores portugueses voltou a cair no mês passado, depois de um ligeiro aumento em Maio, retomando assim a tendência que se vinha a verificar e que começou com o início da crise económica.

Dados do Ministério do Trabalho e Imigração referem que em Julho estavam em Espanha 48.775 trabalhadores portugueses, menos 685 que em Maio, mês em que se registou o último crescimento em vários meses.

Grande parte da mudança deve-se à queda no sector agrário, onde se perderam mais de 550 empregos relativamente a Maio.

A comunidade de trabalhadores portugueses actualmente a realizar descontos em Espanha é bastante mais reduzida do que antes do início da crise económica.

Uma redução que, entre outros indicadores, se materializa no número de portugueses desempregados em Espanha, que se multiplicou por 10 desde o final de 2007, último ano antes da crise económica.

Desde 2007 perderam-se quase 36 mil postos de trabalho para portugueses em Espanha, o que representa uma queda de cerca de 42 por cento do total (eram na altura mais de 84.600).

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios