FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2011
Cavaco Silva quer o país a olhar para os emigrantes portugueses como uma prioridade nacional
2011-06-08
O presidente da República está bem consciente das “frequentes queixas dos nossos compatriotas, motivados para investirem em Portugal, de que os seus esforços esbarram com regras incompreensíveis, tempos de espera inaceitáveis e tratamentos inadequados para quem pretende apostar em criar emprego e prosperidade no seu país” de origem.

 

Frente a uma plateia com alguns dos 112 candidatos, emigrados em 30 países, ao 4ª prémio "Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa", muitos com vontade de investir em Portugal, Cavaco Silva avisou que tem de "existir a necessária reciprocidade das instituições nacionais, das empresas e de outras organizações para conceber e levar a cabo iniciativas de interesse comum". Tem de ser "uma prioridade nacional", afirmou.

 

O presidente sabia quanto valia a plateia que tinha pela frente: "O volume de negócios agregado das respectivas empresas ascende a mais de 4,5 mil milhões de euros, com a notável capacidade empregadora de mais de 60 mil colaboradores".

 

João Mena Matos, 54 anos, radicado na Holanda, e António Frias, 72 anos, a viver nos Estados unidos, foram os dois vencedores, ex-aequo, desta quarta edição, organizada pela COTEC Portugal, visando premiar e divulgar publicamenteos portugueses que se tenham distinguido nos países de acolhimento pelo seu empreendedorismo e inovação.

 

João Mena Matos é o co-fundador da European Design Centre, que funciona como um laboratório de pesquisa para a intersecção de tecnologias.

 

António Frias emigrou para os Estados Unidos em 1955 e fundou um império considerável, através da S&F Concrete (betão para a construção civil), a quarta maior do sector nos Estados Unidos, com trabalhos ligados, por exemplo, a obras de Frank Gerry.

por Ricardo Paz Barroso. IOnline, aqui.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios