FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Remessas dos emigrantes portugueses aumentam para 180,08 milhões em outubro
2010-12-23

Vera Monteiro/Agências

As remessas dos emigrantes aumentaram 0,6 por cento em outubro para 180,08 milhões de euros, face ao mês homólogo de 2009, e 2,8 por cento face a setembro, divulgou hoje o Banco de Portugal.

De acordo com o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, 62 por cento do total das remessas dos emigrantes portugueses teve origem em países da União Europeia (111,66 milhões de euros), com especial incidência para França (70,459 milhões de euros), Alemanha (10,155 milhões de euros) e Espanha (8,310 milhões de euros).

Fora da UE, as remessas dos emigrantes tiveram sobretudo origem na Suíça (40,173 milhões de euros), EUA (8,757 milhões de euros) e Canadá (2,614 milhões de euros).

As remessas dos emigrantes com origem no Brasil foram de 1,056 milhões de euros e da Venezuela 910 mil euros.

Segundo os dados disponíveis no documento, as remessas dos emigrantes têm vindo a recuar, dos 2,59 mil milhões de euros observados em 2007, para 2,48 mil milhões de euros em 2008 e 2,28 mil milhões de euros, em 2009.

News 352, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios