FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Governo deixa de mandar cabazes de Natal aos presos em França para poupar
2010-11-30
PSD de Paris lamenta falta de apoio social para as comunidades portuguesas

O PSD de Paris lamentou a decisão do Governo de cancelar o apoio para a distribuição de cabazes de Natal aos portugueses presos em França devido a questões orçamentais, sublinhando a importância simbólica dessa iniciativa.

«Esta é uma iniciativa que já existe há mais de 25 anos. Entretanto, foi alargada aos doentes hospitalizados por altura do Natal e a pessoas com necessidades. Esta decisão é um sinal claro da forma como o Governo encara as questões sociais», disse à Agência Lusa Carlos Gonçalves, do PSD de Paris.

O social-democrata sublinhou que estes cabazes são, sobretudo, uma «questão simbólica», maioritariamente suportadas pela Santa Casa da Misericórdia de Paris.

«O Governo tem-se afastado cada vez mais destas iniciativas. A verba para o apoio social nas comunidades portuguesas tem vindo a diminuir. Já nos queixámos disso», afirmou Carlos Gonçalves, que é também deputado da emigração, eleito pela Europa.

Os sociais-democratas mostram-se ainda preocupados com o corte de verbas previsto no Orçamento de Estado para 2011, para o ensino do português no estrangeiro.

«Considerando que Instituto Camões, antes de integrar o ensino de português no estrangeiro, tinha um orçamento de 14,5 milhões de euros e, sendo agora a verba inscrita no Orçamento Estado para 2011 de 39,9 milhões de euros, é fácil verificar que a verba disponível para o EPE é muito inferior aos cerca de 45 milhões de euros disponíveis em 2005», refere o documento.

TVi 24, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios