FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2010
Emigração: Nova vaga migratória dos portugueses agravará sustentabilidade da Segurança Social - estudo
2010-11-16

A nova vaga de emigração portuguesa, aliada à baixa natalidade em Portugal, terá "efeito grave na sustentabilidade da Segurança Social e nas Finanças Públicas a longo prazo", alertou, em declarações à Lusa, o investigador Álvaro Santos Pereira.

"A questão dos novos fluxos de emigração não está a ser tomada em conta pelo Governo português e terá efeito grave", aumentando os sinais de fragilidade já existentes na sustentabilidade financeira da Segurança Social em Portugal, considerou à agência Lusa o investigador português da universidade canadiana Simon Fraser, na Colúmbia Britânica.

Se, por um lado, o volume de pessoas que saem está a levar a um novo aumento das remessas de dinheiro enviadas para Portugal, ajudando a minorar o défice da balança comercial, por outro, a emigração tem a faceta contraproducente de traduzir uma perda da força de trabalho, reduzindo o efeito rejuvenescedor das contribuições sociais, e diminuindo a capacidade reprodutiva, fatores que a imigração não está a contrabalançar.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Jornal i, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios