FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Especialistas avaliam extensão da pobreza entre portugueses em França
2010-10-30

Vera Monteiro/Agências

A extensão da pobreza e exclusão social entre a comunidade portuguesa radicada em França é o tema de um colóquio a realizar hoje em Paris, inserido nas primeiras Jornadas Sociais da Comunidade Portuguesa.

O ponto de partida é a constatação feita pelo sociólogo Aníbal de Almeida, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Paris (SCMP), segundo o qual parte dos portugueses residentes em França enfrentam atualmente condições de pobreza e exclusão social.

A iniciativa reúne vários especialistas em assistência social, que se juntarão ao padre Vítor Melícias, que representa a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, da qual foi provedor durante vários anos, e ao embaixador português junto da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), Eduardo Ferro Rodrigues, que intervirão no colóquio.

Dados disponíveis da Caixa Nacional Francesa de Seguro de Velhice revelam que "35 por cento dos emigrantes portugueses reformados, residentes em França, recebem menos de nove mil euros por ano, "o que está abaixo do limiar da pobreza neste país", segundo Aníbal Almeida.

O colóquio "Combater a Pobreza e a Exclusão" está inserido nas primeiras Jornadas Sociais da Comunidade Portuguesa, no âmbito de um projeto da SCMP para o Ano Europeu de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social, com a colaboração da Embaixada e do Consulado-geral de Portugal em Paris bem como do Consulado de Lyon e ainda da Coordenação das Coletividades Portuguesas de França (CCPF).

News 352, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios