FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Deputados do PSD denunciam existência de alunos sem aulas de português na França e Alemanha
2010-10-25

Os deputados do PSD José Cesário e Carlos Gonçalves denunciaram recentemente, o surgimento de "vários
problemas" nos cursos de língua portuguesa no estrangeiro, o início do actual ano escolar, dando como
fundamento "diversos testemunhos" recebidos de países "como a França e a Alemanha".

Num requerimento apresentado no passado dia 22 na Assembleia da República, os parlamentares sociais-democráticos eleitos pela Emigração afirmam que em França o número de alunos sem aulas é de cerca de mil, havendo ainda vários os horários por preencher, o que, acrescentam "leva a crer que a situação está longe de ser resolvida apesar de o ano lectivo neste país se ter iniciado na primeira semana de Setembro e de estarmos na véspera do início do primeiro período de férias, momento em que as autoridades de ensino locais comunicam o primeiro relatório de avaliações".
No documento, José Cesário e Carlos Gonçalves referem ainda que na Alemanha "a situação é parecida", com "muitos dos alunos sem aulas" e vários cursos "que ainda não se iniciaram". Afirmam que estão nessa situação várias localidades, entre as quais destacam, "a título de exemplo pelo simbolismo de que se reveste", a cidade de Pforzheim (no sul da Alemanha), integrada na área Consular de Estugarda, "que infelizmente é conhecida por viver todos os anos este problema o que leva à exasperação dos pais dos alunos".
Os deputados referem que "esta situação não é aceitável", já que se passaram "dois meses desde o início do ano lectivo" naqueles países, e afirmam que "não se compreendem as razões que levam a que seja possível termos ainda tantos alunos sem aulas". Nesse sentido, perguntam ao Governo porque é "que um grande número de alunos" ainda estejam sem aulas, e se o Instituto Camões tem "os recursos suficientes para o regular funcionamento dos cursos de língua portuguesa no estrangeiro".
A.G.P.

Mundo Português, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios