FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Estados Unidos: Secretário de Estado das Comunidades apela ao investimento em Portugal
2010-05-24

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas apelou no dia 23 deste mês aos emigrantes portugueses em San Diego, na Califórnia, para que invistam em Portugal. António Braga sublinhou que esse investimento é uma forma "segura e credível" de aplicar rendimentos, mas também de ajudar o país em momento de crise.
"O investimento em Portugal é seguro, credível. Sendo um país de história e tradição tão ricas e tão longas, é cada vez mais um país de futuro", afirmou o governante à Agência Lusa. O apelo de António Braga foi feito durante o centenário das festas do Espírito Santo de San Diego, Califórnia, que juntaram cerca de 5 mil pessoas no passado domingo.
 "A economia portuguesa é uma economia muito aberta, e o facto de termos uma diáspora extensa e poderosa do ponto de vista empresarial e financeiro faz com que tenhamos de identificar também e devamos fazê-lo à luz de uma valorização da identificação cultural de matriz portuguesa", adiantou. António Braga deu como exemplo o programa Netinvest, que visa ligar empresários da diáspora e os empresários e economia portuguesa, apoiando a internacionalização das empresas e ajudando ao investimento em Portugal.
À comunidade local, o governante levou um donativo de 25 mil dólares (21 mil euros) para o Portuguese Historical Center, uma organização que visa a preservação da cultura, folclore e história dos portugueses de San Diego, a maioria descendentes de pescadores de origem açoriana, madeirense e também algarvia. O centro disponibiliza aulas de português, guarda o arquivo fotográfico, mantém o monumento aos pescadores de atum em Shelter Island, desenvolve informação e mapas genealógicos, entre outras actividades. Para António Braga, mais do que o valor monetário, está em causa "um sinal de acompanhamento e de proximidade".
"O facto de esse trabalho ser feito releva para a visibilidade da comunidade aqui. O Governo tinha de dar um sinal. Não é uma questão financeira, mas de proximidade, que anima as pessoas a poderem desenvolver esse trabalho", disse o secretário de Estado à Lusa.

Mundo Português, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios