FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2010
Emigrantes estão a mandar mais dinheiro
2010-05-23

por J.C.B.

As remessas de emigrantes portugueses cresceram 2,2% no primeiro trimestre deste ano, segundo o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, de Maio de 2010. De acordo com os números do banco central português, nos primeiros três meses deste ano os emigrantes enviaram para Portugal um total de 509,3 milhões de euros, mais 11 milhões de euros do que durante o mesmo período de 2009.

Os números publicados pelo Banco de Portugal contrariam, para já, a tendência dos anos anteriores, em que as remessas provenientes de trabalhadores portugueses no estrangeiro registaram sucessivas quedas. Em 2009, o total das remessas de emigrantes ascendeu aos 2269 milhões de euros, menos 215,66 milhões de euros do que em 2008.

Os emigrantes portugueses na União Europeia foram os que mais contribuíram para as remessas no primeiro trimestre, com 106,8 milhões de euros, que representam 56,8% do total de remessas provenientes da emigração. Em termos individuais, dos dez países em que as remessas foram quantificadas, a maior fatia corresponde ao dinheiro enviado pelos emigrantes portugueses em França, que mandaram para Portugal mais de 68 milhões de euros.

A subida das remessas dos emigrantes foi ainda alavancada pelo dinheiro enviado da Suíça (49,7 milhões de euros), EUA (11,3 milhões), Espanha e Alemanha (ambos com remessas de 8,9 milhões de euros).

Diário de Notícias, aqui.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios