FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2010
Bandeirantes terá campo para jogo da malha
2010-04-26

Os amantes do jogo da malha em Bandeirantes podem comemorar. A prefeitura da cidade, através da diretoria de esportes, organizou um espaço para que os apreciadores do jogo de malha possam praticar o esporte. Localizado no Estádio Municipal Ananias Ferreira dos Santos, o local terá seu primeiro torneio neste dia primeiro de maio. Os interessados em se inscrever podem procurar a diretoria de esportes. A taxa de inscrição é de R$ 10,00 que será revertida em premiação.

História

Jogava-se malha na França, na Itália, em tempos muito antigos e que não estão bem determinados. Fala-se no jogo de malha, em 1490, mas a prova de sua existência vem de um documento francês de 1644.

Em Portugal, esse esporte e o arremesso de ferraduras, sempre foi muito popular, com os nomes de chinquilho ou jogo do fito.

O jogo de malhas, tanto como o de ferraduras, foi levado para o Brasil por imigrantes portugueses. Documentos apontam que já no período colonial jogava-se malha em todo o país.

Há documentos que provam ser a malha um esporte praticado em São Paulo, na rua 25 de Março, desde 1890. Os trabalhadores, terminado o seu dia de trabalho e participavam do jogo de malha como divertimento. Usavam peças rudimentares como pedras, ferraduras, pedaços de chapas de ferro, variando de formato e tamanho. Os pinos não tinham o padrão certo, tudo servia. Era considerado um esporte ou divertimento de pessoas humildes.

MS Notícias, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios