FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Comunicação Social dos Açores precisa de conquistar público luso-americano
2009-10-15

A rede de notícias açorianas nos Estados Unidos da América do Norte está ainda por fazer - esta é, pelo menos, a ideia que transparece no Colóquio sobre as Comunidades Euro-Atlânticas, a decorrer na ilha do Faial.

A Imprensa, Rádio e Televisão necessitam de conquistar os públicos luso-americanos, principalmente, os de segunda geração.

A lei da oferta e da procura de notícias não funciona ainda nos núcleos de emigrantes açorianos nos Estados Unidos da América do Norte e, no debate sobre esta temática, Manuel Adelino Ferreira, director do "Portuguese Times" falou da falta de interesse e de públicos próprios.

Relativamente à Região Autónoma, Pedro Bicudo, director da Rádio e Televisão de Portugal nos Açores, defende o incremento de redes de distribuição nos Estados Unidos da América e que utilizem o manancial de informação já disponibilizada.

Por sua vez, também os galegos, tal como os açorianos, querem afinar estratégias de aproximação aos seus núcleos de emigrantes, de segundas geração, nos Estados Unidos da América, pelo que a representação espanhola da Galiza no referido Colóquio tem sido considerada" de fundamental importância".

Luís Branco / Carlos Tavares.

RTP, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios