FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Desemprego afecta portugueses em Massachusetts e Rhode Island
2009-02-04

O número de trabalhadores americanos que perderam os seus empregos em 2008
foi o maior desde 1945, quando terminou a II Guerra Mundial, segundo dados
divulgados pelo Departamento de Trabalho dos EUA.
Em todo o ano de 2008, foram eliminados 2,6 milhões de postos de trabalho.
 A maioria dos despedimentos em 2008 foi no último trimestre do ano: 423.000
em Outubro, 584.000 em Novembro e 524.000 em Dezembro.
Com isso, a taxa nacional de desemprego passou de 6,9% para 7,2%, a mais
elevada dos últimos 16 anos.
No estado de Massachusetts, a taxa de desemprego era 6,5% em Dezembro, a
maior desde  Março de 1994, quando atingiu 6,9%.
Em Dezembro havia 235. 400 desempregados em Massachusetts, um aumento de
32.000 em relação a Novembro.
As três cidades de Massachusetts com maior taxa de desemprego são Lawrence,
13,1%; Fall River, 12,7% e New Bedford, 11,8%.
Há portugueses nestas cidades, sobretudo nas duas últimas, onde representam
cerca de metade da população, o que revela a dimensão do problema do desemprego
entre a comunidade.
Em Fall River, a taxa de 12,7% é a maior desde os 13% registados em Março de
1996, quando Fall River atingiu 5.988 desempregados. Em Dezembro último havia
na cidade 5.659 desempregados, mais 1.725 do que em Novembro.
Em New Bedford, o desemprego também teve um aumento considerável, passando de
9,5% em Novembro para 11,8% em Dezembro.
Rhode Island, onde vivem também milhares de portugueses, é o segundo estado
na estatística do desemprego (10% em Dezembro), sendo ultrapassado apenas por
Michigan (10,6%).

Portuguese Times, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios