FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Exposição homenageia imigração portuguesa no Pará
2009-09-18

A exposição "Entre Mares, o Brasil dos Portugueses", que inicia neste sábado, dia 19, às 10h, no Museu do Estado do Pará, levará os 1.500 visitantes esperados a conhecer o lado mais humano da história da imigração portuguesa no país, especialmente no Pará. São diversos documentos, registros, fotografias e entrevistas que detalham fatos, alegrias e dramas das famílias vindas de Portugal que se estabeleceram aqui, desde o período colonial até o século XX. A exposição tem entrada gratuita e ficará aberta por 15 dias.

A exposição antecede a abertura do quinto Seminário Internacional sobre Migração Portuguesa, que vai de 21 a 26 de setembro, na Universidade Federal do Pará (UFPA). Serão apresentados 30 trabalhos inéditos de 30 doutores brasileiros e portugueses sobre diversos capítulos da história dos imigrantes de Portugal e a presença deles no país. É a primeira vez que o seminário anual é realizado na região norte. A cada ano, o país em que o evento é sediado, muda. Um ano no Brasil e outro em Portugal.

O coordenador da exposição e diretor do Centro de Memória da Amazônia, professor doutor Otaviano Vieira, afirma que os objetivos da exposição são mostrar ao público a produção acadêmica, fazer com que os visitantes entrem em contato com detalhes da história da imigração portuguesa e reflitam sobre como Portugal está presente até hoje em nossa cultura. "Os registros que estarão na exposição são variados, que ajudam o visitante a ver de perto outras histórias, fatos e relatos dos imigrantes. Haverá um registro de casamentos, no qual será possível encontrar acedência portuguesa e formação das famílias, além de informações sobre crimes", detalha.

O coordenador da exposição e diretor do Centro de Memória da Amazônia, professor doutor Otaviano Vieira, afirma que os objetivos da exposição são mostrar ao público a produção acadêmica, fazer com que os visitantes entrem em contato com detalhes da história da imigração portuguesa e reflitam sobre como Portugal está presente até hoje em nossa cultura. "Os registros que estarão na exposição são variados, que ajudam o visitante a ver de perto outras histórias, fatos e relatos dos imigrantes. Haverá um registro de casamentos, no qual será possível encontrar acedência portuguesa e formação das famílias, além de informações sobre crimes", detalha.

O seminário começará às 9h, com a participação de sete pesquisadores do Centro de Estudos de População, Economia e Sociedade (Cepese) da Universidade do Porto. Dentre os convidados mais aguardados estão os que farão a abertura do evento, professores doutores Fernando Sousa (coordenador do Cepese), Ismênia Martins (Federal Fluminense), Jobson Arruda (USP) e Jaime Cortesão (USP). A abertura será no Centro de Capacitação da UFPA (Capacit). Os trabalhos serão apresentados no auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Foram 30 vagas já preenchidas.

Os eventos são realizados pelo IFCH da UFPA e Centro de Memória da Amazônia, com apoio da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), Comissão de Avaliação Permanente do Ensino Superior (Capes), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Consulado de Portugal e Comunidade Luso Brasileira do Pará.

Serviço

A exposição "Entre Mares, o Brasil dos Portugueses" começa no dia 19 de setembro, às 10h, no Museu do Estado do Pará e vai até o dia 03 de outubro. A entrada é franca. Mais informações no site e pelos telefones (91) 3201-7106 e 3201-7439.

(Diário Online)

Diário do Pará, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios