FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Mayor de Fall River de origem açoriana cai na primeira volta
2009-09-20
Bob Correia não se conseguiu segurar na presidência da Câmara Municipal de Fall River.

O democrata de origem açoriana, que durante 33 anos foi representante estadual, não resistiu na primeira volta das eleições para mayor da cidade norte-americana que mais concentra emigrantes portugueses, de maioria açoriana.

Bob Correia não ultrapassou alguns contratempos com a polícia e os bombeiros e promoveu alguns impostos que não foram bem acolhidos pela população.

Bob Correia pretendia especificamente reduzir as forças policiais e bombeiros.

O mayor de Fall River conseguiu apenas 2776 votos, que o conduziu ao terceiro lugar, a 268 votos do segundo lugar conseguido por William A. Flanagan (3044 no total) e 737 votos atrás da Cathy Ann Viveiros.

Para disputar a segunda volta destas eleições, em Novembro, Bob Correia teria que assegurar o segundo lugar das eleições. William A. Flanagan é um advogado de 29 anos que vai agora defrontar Cathy Ann Viveiros, conselheira municipal de origem açoriana, que está a ser bastante apoiada pela comunidade emigrada.

Depois da derrota, Bob Correia comentou que foi uma honra servir as pessoas de Fall River depois de 33 anos na política.

Citado pelo título de expressão portuguesa "O Jornal", do grupo que publica o jornal "Herald News", Bob Correia manifestou, por outro lado, que estava mais preocupado com a sua família do que com o legado que deixou na política.

Cathy Ann Viveiros referiu que "desde o principio, eu tenho tentado fazer com que a comunidade ande para a frente implementando conceitos mais progressivos e maneiras melhores de se utilizar os nossos recursos e mover a cidade para a frente".

"Há uma verdadeira receptividade ao meu estilo de gerir e à minha visão", declarou.

William A. Flanagan refere que "as pessoas sentem que o governo não trabalha para eles. Eles perderam um certo nível de confiança no governo local".

"Sentem que não existe comunicação com o sexto andar da Câmara. Sentem que as suas perguntas não estão a ser respondidas," disse Flanagan.

Milhares de portugueses concentram-se na cidade de Fall River que vive hoje as mesmas dificuldades de outras cidades do país e do mundo devido à recessão económica que assola o globo.

Já foi uma cidade de grande concentração de indústrias, que entretando foram deslocalizadas para países onde a oferta de mão-de-obra é mais barata.

Hoje, contrariamente ao passado recente, existe um maior número de pessoas a votarem na comunidade devido ao facto de se terem naturalizado.

Num país onde a abstenção é elevada, também os mais jovens, cuja integração se faz de forma mais célere, estão entretanto a aderir aos actos eleitorais norte-americanos.

João Alberto Medeiros

Açoriano Oriental, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios